Bem aventurados sois todos vós!

Tem um compositor/poeta da Igreja Presbiteriana, Stênio Marcius que compôs uma música chamada Senhor do Tempo, ele conseguiu traduzir o perigo que nos ronda por causa do tempo que está sempre passando e que pode nos desanimar, afastar de Deus, ao final da letra diz assim: “mestre fala neste homem que se emocione, vá recomeçar. Faz-me correr e assim, retornar ligeiro ao primeiro amor. Deixa-me ver novamente o meu nome escrito nas santas mãos do Senhor do tempo.

Esta expressão nos remete aos ensinamentos de Jesus sobre as bem aventuranças, somos bem aventurados, quero dizer, bem aventurado é todo aquele que vai recomeçar, retornando ligeiro ao primeiro amor e assim pode rever o seu nome escrito nas santas mãos do Senhor que é por excelência o Senhor do tempo.

Bem aventurados são todos os pobres no coração; os mansos; os que têm fome e sede de justiça; os misericordiosos; os puros de coração; os amigos da paz; os perseguidos por causa da justiça; os que ouvem a palavra de Deus e a põe em prática, porque deles é o reino dos céus.

Bem aventurados são todos aqueles que cavam muito para retirar de todo o sofrimento e alegria a felicidade de cada tempo da vida, pois este sabe viver,mas também sabe morrer.

Poderíamos perguntar também? O que mais Deus precisa nos dar? Ele já deu tudo, por isso somos bem aventurados, porque a Salvação já nos foi alcançada.

Podemos chamar também de Bem Encaminhado todo aquele que retorna ligeiro ao primeiro amor, aquele que enxerga seu nome escrito nas santas mãos do Mestre. Bem encaminhado é aquele que acorda todo o dia na ânsia por encontrar o específico de sua missão, de sua história e no caminho se põe a trilhar.

Bem encaminhado é aquele que cai, despedaçado e infeliz como muitas vezes nos mostra o salmista, grita ao mestre e assim com humildade pode escutar “hoje mesmo estará comigo no Paraíso” Lc 23:43.

Bem encaminhado, aventurado, somos todos nós que ao nos enxergarmos humanos, vamos nos unindo e por isso passamos a construir o Reino dos Céus!