Coragem! Mãos à obra!

A palavra do profeta Ageu, capítulo 2, versículos de 4 a 10 é uma palavra de exortação para nós, mas também de promessas.

O POVO DE ISRAEL ESTAVA DESMOTIVADO, DESOLADO, DESANIMADO, SEM ESPERANÇAS. Eles olhavam para o templo de Salomão que foi destruído e choravam.

O povo, ao retornar do exílio, começou, então, a dar prioridade para as suas próprias coisas; cada um preocupou-se com sua casa, seu trabalho, com sua vida. O Senhor então dirige a palavra a Zorobabel, governador de Judá, e ao sumo sacerdote Josué dizendo que era chegado o momento de reconstruir o templo que estava em ruína; essa foi a ordem do Senhor, primeiramente, aos líderes e que precisavam dizer ao povo.

O que hoje te deixa parado, lamentando uma situação que não deu certo?

O povo inverteu as prioridades, o momento não era de preocupar-se com as suas casas e sim com a “Casa do Senhor”, o Templo. O Templo significa lugar da manifestação da glória de Deus. “A Glória do Senhor enchia o templo” (Cr 5,14) Precisamos preocuparmo-nos e também ocuparmo-nos com as coisas do Reino e não com o acréscimo. “Buscai em primeiro lugar o reino de Deus e tudo mais vos será dado em acréscimo.” ( Mt 6, 33) Chega de buscar acréscimos e querer que o reino venha de brinde.

A palavra de Deus também é dirigida a cada um de nós hoje: “Coragem! Mãos à Obra! Não tenhais medo”, diz o Senhor: “Eu estou com você! Eu te ajudarei a reconstruir e levantar tudo que está no chão. Eu vou manifestar a minha glória nessa área da sua vida que se encontra em ruínas“. Perceba que Deus promete, mas Ele também conta com a nossa participação em Sua obra. A glória de Deus em nossa vida é manifestada com a nossa contribuição.

O que você está fazendo pelo seu trabalho? Sua família? Seu ministério? Grupo de Oração? Dê o seu melhor e acredite que Deus está com você nessa reconstrução, Ele vai manifestar a Sua glória!

O povo olhava para aquela estrutura antiga e entristecia, pois era muito bela, muito rica e consideravam a nova estrutura inferior. Em nossa vida, em muitos momentos ficamos presos a comparações, lamentamos o passado, vivemos de saudosismo, lamentamos oportunidades perdidas e até mesmo pessoas que estavam conosco e hoje se mudaram e com isso, muitas vezes não nos abrimos ao novo que Deus tem pra nós. Só podemos olhar pro passado se for para contemplar os prodígios do Senhor, para então seguirmos em frente. “Desprendendo do passado, me lanço ao que resta pela frente!” (Fp 3,13) e seja qual for o grau a que chegamos, o que importa é prosseguir decididamente. Não importa se a estrutura antiga era vista pelo ouro e pela prata, pois a nova é vista pelo dono do ouro e da prata.

Quando Deus pede reconstrução do templo, o Senhor estava reconstruindo a vida do seu povo, Deus não quer salvar “estruturas”, Deus quer salvar “Vidas”. O templo que Ele quer reconstruir hoje é você e eu!

O Senhor nos relembra de sua aliança e diz que seu Espírito estará conosco e nos enche de alegria com sua promessa: “A glória da última casa será maior que a primeira.” Tome posse disso hoje. Lembre-se: Quanto maior a missão, mais trabalho Deus te dará, mas creia: Deus manifestará a Sua glória.

——————————————————–
Suzane Bhering de Souza Gomes
Grupo de Oração Resgate
Viçosa – MG