Evangelho da Semana: Jo 10, 11-18

Antes da nossa leitura deste domingo rezemos: Sabemos Senhor que a tua palavra é luz para os nossos passos e sob a tua luz desejamos caminhar. Por isso te pedimos enviai o vosso Espírito e dai-nos clareza acerca do que deseja nos dizer através desta palavra. Fortalecei nossa decisão para que possamos optar sempre pela tua palavra. Uma vez que “só Tu Senhor tens palavras de vida eterna”

O BOM PASTOR

Nossa caminhada agora é rumo a Pentecostes, uma certeza vai invadir o meu/seu coração dizendo para que fiquemos em Jerusalém e esperemos o cumprimento da palavra.

Evangelho de 03/05/09 – Jo 10, 11-18

— O Senhor esteja convosco!
— Ele está no meio de nós.
— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo, segundo Marcos.
— Glória a vós, Senhor!

11. Eu sou o bom pastor. O bom pastor expõe a sua vida pelas ovelhas.

12. O mercenário, porém, que não é pastor, a quem não pertencem as ovelhas, quando vê que o lobo vem vindo, abandona as ovelhas e foge; o lobo rouba e dispersa as ovelhas.

13. O mercenário, porém, foge, porque é mercenário e não se importa com as ovelhas.

14. Eu sou o bom pastor. Conheço as minhas ovelhas e as minhas ovelhas conhecem a mim,

15. como meu Pai me conhece e eu conheço o Pai. Dou a minha vida pelas minhas ovelhas.

16. Tenho ainda outras ovelhas que não são deste aprisco. Preciso conduzi-las também, e ouvirão a minha voz e haverá um só rebanho e um só pastor.

17. O Pai me ama, porque dou a minha vida para a retomar.

18. Ninguém a tira de mim, mas eu a dou de mim mesmo e tenho o poder de a dar, como tenho o poder de a reassumir. Tal é a ordem que recebi de meu Pai.

- Palavra da Salvação.
– Glória a vós, Senhor.

PASCOA!

São Máximo de Turim, define a Páscoa como uma passagem “dos pecados à santidade, dos vícios à virtude, da velhice à juventude, que se entende não em idade, mas em simplicidade. Éramos de fato decadentes pela velhice dos pecados, mas pela ressurreição de Cristo fomos renovados na inocência das crianças” [1]

O bom Pastor

No domingo passado Jesus nos ensinou meditando sobre os pescadores, e nesta semana Ele nos chama a reflexão através dos pastores.

Os pastores na realidade de Israel possuem uma particularidade, pois é um país de poucos campos (pastagens). Ao contrário, possui muitas pedras e neste cenário de difícil movimentação é que os pastores cuidam das ovelhas, conduzindo-as por entre as pedras, caminhos difíceis e protegendo-as dos assaltantes e animais selvagens. Neste cenário também não se sabe da existência de cercas, portanto mais dificuldade ainda na atividade de pastorar.

É neste cenário de muitas dificuldades que Jesus vem e cria a sua identidade, pois mesmo sabendo das dificuldades do pastoreio Ele é categórico ao afirmar, mais de uma vez, que ELE É O BOM PASTOR.

Amados mesmo diante das dificuldades do campo por onde andamos, por onde somos conduzidos, ou seja, no âmbito universitário, lá em nossas salas de aulas, repúblicas, laboratórios ou no trabalho. É BOM SABERMOS QUE TEMOS UM BOM PASTOR. JESUS!

JESUS O BOM PASTOR ESTA CONOSCO PARA NOS PROTEGER CONTRA OS ASSALTANTES DA NOSSA FÉ, DOS NOSSOS SONHOS, NOSSOS PROJETOS, NOSSOS IDEAIS DE UM MUNDO MELHOR.

Expõe a sua vida

Aqui vemos Jesus dizer que expõe a sua vida pelas suas ovelhas. Na semana santa acompanhamos JESUS dando sua vida. ELE foi além do que disse! muito mais que expor a sua vida ELE deu a sua vida. E neste contexto ainda do bom pastor, muitos de nós somos servos na igreja, particularmente nos grupos, nas universidades, nos grupos de partilha… Então temos aí um exemplo sublime a ser seguido. Que possamos também dar a nossa vida pelas ovelhas que nos foram confiadas.

Somos chamados a expor nossas vidas, e aqui entendo que este chamado, extrapolando a vida biológica. Ao darmos o nosso sim à missão, ao serviço na igreja, principalmente na universidade seremos chamados a nos expormos, em nossos valores, sonhos, projetos, relacionamentos, para que as “nossas ovelhas” também continuem com vida.

Numa ocasião ganhei um cartão que continha uma foto de uma vela acesa em fundo escuro, uma vela grande e bonita, como um círio. O dizer do cartão era: “toda vela para dar luz precisa se consumir”. E por muitas vezes os dizeres deste cartão foram meu apoio para não desistir da missão, foi onde encontrei forças para continuar a dar a vida pela evangelização na universidade e pelos valores do reino no mercado de trabalho. Mesmo sem desejar, sabia que somente poderia dar a luz com minha morte, com meu consumo.

AMADOS, SE DESEJARMOS SALVAR VIDAS PRECISAMOS PERDER A VIDA. A NOSSA! A MINHA, A SUA!

Jamais seremos vencedores se não perdermos o medo de nos expormos. Em qualquer situação onde “nossas ovelhas” estiverem em risco, já temos um bom exemplo a seguir. JESUS! Caso façamos a opção por abandonar as nossas ovelhas não poderemos reclamar se formos avaliados como mercenários, lobos, … São eles os responsáveis pela dispersão.

Dispersa as ovelhas

Se em nossos GOUs, GPPs, existem este perfil de pessoa, ou seja, aquele que dispersa as pessoas ao invés de agrupá-las, de conduzi-las ao aprisco, a pastagens abundantes, então estamos diante de um lobo. Aquele que não ajunta comigo, espalha, já dizia Jesus. E quem espalha em nossas comunidades precisa ser exortado, com muito amor, mas precisa saber que este fruto não provém do Espírito Santo.

Precisa principalmente ser evangelizado. Alguns até nem agem assim por maldade, apenas por falta de evangelização. Jesus deseja que todos se salvem, cuidemos, portanto, para que todo espírito de dispersão em meio as nossas comunidades, grupos e atividades seja dissipado.

Renunciemos a toda palavra que produz a dispersão, a desmotivação, o desânimo. Ao contrário, busquemos a força do Espírito Santo e então seremos testemunhas da UNIDADE.

Conheço as minhas ovelhas

Algo que tenho certeza em minha caminhada, é que Jesus conhece a mim de forma pessoal. Como bom pastor ELE tem convivência com a ovelha, então a conhece de forma pessoal. Sabe as manias, as fraquezas, os medos, as vontades e muito mais. Da mesma forma, as ovelhas por conviverem com o pastor, também lhes conhecem a voz.

Desejo partilhar-lhes mais. Certa ocasião estive um tempo estudando em uma região fora do Brasil e como estagiário de veterinária em uma fazenda, numa temporada de muito frio e neve. Então os animais recebiam uma suplementação nutricional, pois não havia nada para comerem, literalmente nada. A alimentação era dispensada aos animais para que eles não desfalecessem.

Coube-me neste tempo distribuir também a alimentação às ovelhas. E neste exercício de trabalho compreendi bem parte destas palavras de Jesus. Quando saia com o caminhão para levar a alfafa para as ovelhas bem antes de chegar ao pasto, elas já percebiam a minha vinda e já saiam ao meu encontro. A temperatura neste local era abaixo de -20°C e mesmo assim elas conheciam quem estava a caminho e o que levava a elas. POR ISSO ELAS VINHAM AO MEU ENCONTRO.

CONHECIAM-ME PELO BARULHO DO CAMINHÃO E SABIAM QUE ERA SEGURO SAIREM AO MEU ENCONTRO, QUE MESMO NO FRIO, TERIAM COMIDA EM SEGURANÇA. ASSIM É JESUS CONOSCO!

QUEM É NOSSO PASTOR? CONHECEMOS A SUA VOZ? TEMOS IDO AO ENCONTRO DELE?

Tenho ainda outras ovelhas que não são deste aprisco

O bom pastor sabe que nem todas as ovelhas estão ainda em seu rebanho, e deseja conduzi-las também. Neste tempo onde o pluralismo religioso esta cada dia mais evidente é necessário também o socorro do Espírito Santo. Assim conseguiremos dialogar com outras culturas e delas extrair os valores do evangelho e com a sabedoria do Espírito evangelizá-las.

Somos chamados a prestar contas do nosso testemunho de unidade em nossas realidades de evangelização. Desejo pedir-lhes como pai, que façamos todo esforço por contribuir para que sejamos um só rebanho e tenhamos um só pastor.

TODO ESFORÇO SEMPRE SERÁ POUCO NO SENTIDO DE AVANÇARMOS NA UNIDADE. QUER SEJA DENTRO, OU FORA DO NOSSO MOVIMENTO, IGREJA, COMUNIDADE, GRUPO SOCIAL.UM SÓ REBANHO: É O MAIOR TESTEMUNHO DOS CRISTÀOS AO MUNDO MODERNO.

Reflexão final

Uma grande alegria é a certeza de quem é nosso bom pastor. Quem cuida de nós, de nossas famílias e amigos?

JESUS cuida de mim, jamais temerei! E você?

O Salmista cantou assim: “de onde me virá socorro? O meu socorro virá do Senhor, criador do céu e da terra. Ele não permitirá que teus pés resvalem; não dormirá aquele que te guarda. Não, não há de dormir, nem adormecer o guarda de Israel. O Senhor é teu guarda, o Senhor é teu abrigo, sempre ao teu lado”. (Sal 120 1-5)

ESSE É O MEU PASTOR!

Como ovelha de Jesus, conheço realmente a sua voz? Escuto-a? Atendo aos seus apelos?

Aquele que cuida e ajunta é o pastor, mas ao contrário o que espalha é o lobo. O que temos sido em nossas comunidades?

O maior testemunho que podemos oferecer ao mundo é o da unidade. Não apenas com discursos, mas com atos e morte aos nossos pontos de vista quando eles espalham mais que ajuntam.

VEM ESPÍRITO SANTO, VEM!

[1] S. Massimo di Torino, Sermo de Sancta Pascha, 54,1 (CC 23, p. 218).

Um comentário em “Evangelho da Semana: Jo 10, 11-18

  1. REPATRIANDO PARA JERUSALÉM O POVO DE ISRAEL QUE PERMANECIA EXILADO NA BABILÔNIA ATÉ O DIA 30.09.1985:
    Até então poucos entendiam o significado disto: (AP.17.5) – BABILÔNIA, A GRANDE, A MÃE DAS MERETRIZES E DAS ABOMINAÇÕES DA TERRA:(IS.16.14) – AGORA, PORÉM, O SENHOR FALA E DIZ: (LE.1.12) – EU, O PREGADOR, VENHO SENDO REI DE ISRAEL EM JERUSALÉM; (JÓ.34.30) – PARA QUE O IMPIO NÃO REINE E NÃO HAJA QUEM ILUDA O POVO: (JR.29.20) – OUVI, POIS. A MINHA PALAVRA, TODOS VÓS, OS QUE ENVIEI DE JERUSALÉM PARA O EXILIO DA BABILÔNIA; (1PE.4.17) – PORQUE A OCASIÃO DE COMEÇAR O JUÍZO PELA CASA DE DEUS É CHEGADA: (LV.17.12) PORTANTO, TENHO DITO AOS FILHOS DE ISRAEL: Agora todo mundo entenderá que os donos da mídia, os ateus, e todos os desalmados que escondem da nossa gente a herança que a ação do Amor tem legado aos futuros Cristãos, através da Bibliogênese de Israel; JÁ PASSARAM A SER PECADORES CONSCIENTES, pois sabem que perpetuam a ignorância dos inconscientes babilônicos, que continuarão praticando o mal da mentira, da idolatria, da imoralidade, da prostituição, dos casamentos ilícitos, do aborto, da corrupção, da injustiça, da violência e de muitos outros pecados abomináveis; que têm infernizado a vida terrena: Todavia, graças à Esta Providência Divina, é assim também que já iniciamos o repatriamento dos Seres Vivos para Jerusalém – a terra prometida -, segundo a soberana vontade De Deus; (1CO.15.45) – POIS ASSIM ESTÁ ESCRITO:(AP.18.10)– AI! AI! TU, GRANDE CIDADE, BABILÔNIA, TU PODEROSA CIDADE !, POIS EM UMA HORA, CHEGOU O TEU JUIZO:(2CO.10.7)–OBSERVAI O QUE ESTÁ EVIDENTE, no âmago dessa parábola: (JR.50.46) – AO ESTRONDO DA TOMADA DE BABILÔNIA, ESTREMECEU A TERRA; E O GRITO SE OUVIU ENTRE AS NAÇÕES:
    (São 72 letras e 4 sinais que gritam):
    DEUS TESTOU A GENTE NA VIDA ETERNA DE SÁBIO, E EU TESTO O CORAÇÃO SEM AMOR:
    ARNALDO RIBEIRO

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>