Evangelho da Semana (Lucas 7,36-8,3)

Evangelho da Semana (João 20,1-9)

— O Senhor esteja convosco!
— Ele está no meio de nós.
— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo, + segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor!


Naquele tempo, 36um fariseu convidou Jesus para uma refeição em sua casa. Jesus entrou na casa do fariseu e pôs-se à mesa.
37Certa mulher, conhecida na cidade como pecadora, soube que Jesus estava à mesa, na casa do fariseu. Ela trouxe um frasco de alabastro com perfume, 38e, ficando por detrás, chorava aos pés de Jesus; com as lágrimas começou a banhar-lhe os pés, enxugava-os com os cabelos, cobria-os de beijos e os ungia com perfume.

39Vendo isso, o fariseu que o havia convidado ficou pensando: “Se este homem fosse um profeta, saberia que tipo de mulher está tocando nele, pois é uma pecadora”.
40Jesus disse então ao fariseu: “Simão, tenho uma coisa para te dizer”. Simão respondeu: “Fala, Mestre!”
41“Certo credor tinha dois devedores; um lhe devia quinhentas moedas de prata, o outro, cinquenta. 42Como não tivessem com que pagar, o homem perdoou os dois. Qual deles o amará mais?”
43Simão respondeu: “Acho que é aquele ao qual perdoou mais”. Jesus lhe disse: “Tu julgaste corretamente”.
44Então Jesus virou-se para a mulher e disse a Simão: “Estás vendo esta mulher? Quando entrei em tua casa, tu não me ofereceste água para lavar os pés; ela, porém, banhou meus pés com lágrimas e enxugou-os com os cabelos. 45Tu não me deste o beijo de saudação; ela, porém, desde que entrei, não parou de beijar meus pés. 46Tu não derramaste óleo na minha cabeça; ela, porém, ungiu meus pés com perfume.

47Por esta razão, eu te declaro: os muitos pecados que ela cometeu estão perdoados porque ela mostrou muito amor. Aquele a quem se perdoa pouco, mostra pouco amor”.
48E Jesus disse à mulher: “Teus pecados estão perdoados”.
49Então, os convidados começaram a pensar: “Quem é este que até perdoa pecados?”
50Mas Jesus disse à mulher: “Tua fé te salvou. Vai em paz!”
8,1Depois disso, Jesus andava por cidades e povoados, pregando e anunciando a Boa-nova do Reino de Deus. Os doze iam com ele; 2e também algumas mulheres que haviam sido curadas de maus espíritos e doenças: Maria, chamada Madalena, da qual tinham saído sete demônios; 3Joana, mulher de Cuza, alto funcionário de Herodes; Susana, e várias outras mulheres que ajudavam a Jesus e aos discípulos com os bens que possuíam.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

Perdão e Amor

Nesta liturgia do 11º domingo do tempo comum podemos viver a dinâmica do Amor-Perdão!

Neste evangelho, Jesus chama a atenção aos gestos de amor.

Olhemos para os gestos da mulher do evangelho de hoje: O choro daquela mulher era expressão da sua condição de pecadora arrependida, que naquele momento reconhecia Jesus como o seu salvador (“ela soube que Jesus estava na casa do fariseu” e foi até Ele). Seus longos cabelos, que provavelmente eram usados para seduzir os homens, agora enxugavam os pés do salvador… infelizmente, quando pecamos , restam as marcas, as lembranças, mas não podemos por isso, desistir da vida de conversão, mas sim usar os motivos de quedas como impulso para irmos mais longe e alcançarmos a vitória. Os seus beijos agora serviam para adorar o Senhor e nesta adoração ela encontrava suas delícias… no nosso processo diário de conversão, também deixamos muitas coisas de lado e vamos descobrindo que nosso prazer está nas coisas do Senhor! Naquele perfume (um vaso precioso cheio de perfume) derramado nos pés do Cristo, ela mostra que sua riqueza só tem sentido se for para agradar a Deus e assim também nós, quando nos deixamos guiar pelo amor infinito do Cristo, não servimos mais o Deus dinheiro, mas o nosso Deus de Amor!

Agora olhemos para os gestos do fariseu: ele convidou Jesus para ir na sua casa… quantas vezes, nós chamamos o Senhor para entrar na nossa casa, mas num ritual simplesmente exterior (farisaico), não nos dobramos realmente a sua presença no meio de nós, reconhecendo realmente quem somos. Em pensamento, o fariseu concluiu que Jesus não era profeta e ao mesmo tempo tratava com desprezo aquela mulher pelos seus atos passados… aquele homem não reconhecia que só de Jesus estar em sua casa, Ele era um Deus de misericórdia, pois todos somos pecadores e não merecemos esta presença tão sublime! Nós em seu lugar, faríamos o que?

E agora o principal, os gestos de Jesus: Jesus entrou na casa daquele homem e sentou-se a mesa com ele e seus amigos, ou seja, Ele se importou com aquele homem, como se importa conosco, como quer fazer parte da nossa vida e quer partilhar conosco seu amor, seu perdão, sua palavra, seu corpo, sangue, alma e divindade. Depois Jesus dirige a palavra a Simão, a pedagogia do Cristo é realmente encantadora… Ele poderia ter passado o dia inteiro explicando para o fariseu sua misericórdia, o seu amor, mas Ele usou algo da vida quotidiana, que o fariseu entendia bem (tanto que deu um reposta correta), para evangelizar aquele homem. E por fim, Jesus dirige a palavra aquela mulher… palavras de perdão, palavras de Amor… Jesus acolhe aquela mulher que tanto amor demonstrou por Ele… e lhe apresenta um caminho de paz, no qual ela poderá percorrer livre a partir de agora.

Que nossos gestos também exprimam nosso Amor sempre fiel a Jesus e as suas coisas… que decidindo pelos caminhos do Senhor, saiamos da hipocrisia, reconheçamos quem somos (ao invés de julgar os outros), que perdoemos uns aos outros, que nos humilhemos de todo coração e rendamos graças ao Senhor! E que assim possamos receber todos os dias Jesus em nossa casa, com seu Amor e Perdão!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>