Outubro, mês das missões

Terceiro mês temático do ano, outubro é dedicado às missões. O 3º domingo é o Dia mundial das missões e nesta ocasião é feita a Coleta anual em benefício dos trabalhos missionários no mundo inteiro.

“Convém lembrar que a Campanha Missionária retoma a Campanha da Fraternidade, dando-lhe roupagem missionária: “Escolhe, pois a vida” (Dt 30,19) foi o lema da CF 2007; “Vida para todos os povos” é o lema CM 2008. Tudo isso vem ligado também ao 2º Congresso Missionário Nacional, realizado em Aparecida-SP, de 1 a 4 de maio, que teve como tema: “Do Brasil de Batizados ao Brasil de Discípulos-Missionários Sem-Fronteiras” e, lema, “Igreja no Brasil: Escuta, Segue e Anuncia”, e ao 3º Congresso Missionário Americano (Cam 3 – COMLA 8 ) realizado em Quito (Equador), de 12 a 17 de agosto. São propostas e eventos que nos estimulam e incitam a novo vigor missionário”. (D. Sérgio Castriani – Presidente da Comissão Missionária e Cooperação Intereclesial da CNBB).

O mês de outubro tem início com a memória de Santa Terezinha do Menino Jesus, Padroeira das Missões. Nascida em 1873 e falecida em 1897 com apenas 24 anos de idade. Viveu intensamente sua vida de consagrada na Ordem Carmelitana, de carisma contemplativo, tornando-se verdadeiro exemplo de religiosa consagrada. Estava sempre unida em oração a todos os missionários e missionários que deixavam suas famílias e afazeres para anunciar o Reino de Deus em terras longínquas. Foi proclamada Padroeira das Missões pelo Papa Pio XI ao lado de São Francisco Xavier. “Na verdade, mesmo não podendo ser missionária no sentido de trabalhar nas missões distantes de sua terra, ela sempre, porém, sonhou em partir para essas regiões mesmo como carmelita. Como não foi possível ir para as distantes terras orientais, Terezinha prometeu aos seus irmãos que estaria com eles, logo que sua alma saísse do envelope da carne” (CT.220). A palavra missão em Terezinha tinha um sabor de evangelização heróica a modo daqueles e daquelas que deixavam sua pátria e partem para longe, correndo riscos, enfrentando dificuldades, atendendo ao chamado do Senhor para espalhar o seu nome a todos os povos e línguas.

Nos últimos tempos a Igreja tem insistido bastante no tema “missão”, especialmente, tendo em vista os desafios que se apresentam nos tempos atuais, ou seja: evasão religiosa, indiferentismo, agnosticismo, questões éticas, políticas, sociais, etc, que interferem direta ou indiretamente na vida e na pastoral orgânica da Igreja. É neste espírito missionário que a nossa Diocese de Sobral está empenhada nas Santas Missões Populares desde 2006, tendo em vista a preparação da diocese para a celebração do jubileu de 100 anos, no dia 10 de novembro de 2015. Ao mesmo tempo, se pretende atender aos apelos da Igreja que, neste sentido, vem se tornando bastante insistente em cada Projeto Nacional de Evangelização e Conferências Episcopais, como Aparecida que, inclusive, teve por tema: “Discípulos e Missionários de Jesus Cristo párea que nEle nossos povos tenham vida”. O Mês das Missões nos convida, portanto, a rever com ânimo renovado nossa caminhada missionária nesta segunda fase, durante as Grandes Semanas Missionárias.

Dom Fernando Saburido, OSB
Bispo da Diocese de Sobral