Renato Luiz lança CD “Da dor a paz”!

Capa do CD Da dor a paz

Como resposta ao sofrimento, o ser humano às vezes se revolta, acreditando-se inferior ou excluído, rejeitado ou destinado ao caos existencial. Outras vezes, numa atitude de constante fuga, decide se recolher em um mundo recluso e de poucas relações. Ainda, considerando correta tal atitude, alimenta uma postura de resignação infértil e demasiadamente passiva.

Ao contrário, a proposta que brota do Evangelho e do testemunho de tantos disípulos de Jesus Cristo, é experimentar o sofrimento com um gesto de contínuo acolhimento e oferta. Aceita-o como dom, como caminho de purificação e crescimento humano-espiritual. Deste modo, experimenta-se a paz.

“Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; eu não vo-la dou como o mundo a dá. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize.” (João 14,23)

Chamado amor

Preciso me calar

Renato Luiz

O CD é composto de 13 lindas canções inéditas que nos convidam a assumir o sofrimento com alegria e esperança, via segura para a paz. Todas as canções revelam a profundidade da vida cristã inspirada na figura do servo sofredor. Abaixo lista das canções:
01 – Chamado amor
02 – Preciso me calar
03 – Novo coração
04 – O abismo da minh’alma
05 – Sinais de vida
06 – Ser amante…
07 – Poder dos meus segredos
08 – Minha essência
09 – Abandono à providência
10 – Eu, aprendiz…
11 – Paradoxos do amor
12 – Amigos são dádivas
13 – Simplificando meu sentido

Novo Coração

O abismo da minh’alma…

Ser Amante…

Renato Luiz

Eu, aprendiz…

Entrevista com Renato Luiz

RCC Viçosa: Quem é o Renato Luiz. Fale um pouco de você…
Renato Luiz: Mas isso é o que eu mais quero saber! Rsrs… brincadeira. O Renato é um pequeno filho de Deus muito amado e que tem caminhado na busca por amar de uma forma humanamente plena. Nasci em Sete Lagoas e vim pra Viçosa estudar. Aqui tenho tido experiências profundas com o Bom Deus que têm me feito mudar o rumo na minha vida. Sou membro de vida da Fraternidade Pequena Via, onde compartilho com outras pessoas de uma rica espiritualidade. Sou formado em Administração e hoje estou estudando para entrar no mestrado. Dou aula de canto no ITEFE (Instituto Teresiano de Formação e Espiritualidade) e também faço parte do Projeto Nascente, outro trabalho da Pequena Via, onde dedico os meus dons musicais na gravação de CDs, shows de evangelização e principalmente atuando na Liturgia. Também sou coordenador da Dimensão Ecumênica da Paróquia Nossa Senhora de Fátima.

RCC Viçosa: Qual o significado do título do CD, “Da dor a paz”, em sua vida?
Renato Luiz: Como eu menciono no CD, esse título foi sugerido por meu amigo Thiago Brañas, e foi escolhido justamente por significar algo na minha vida. Não posso negar que as músicas falam de sofrimento e de dor, mas expressam também o júbilo e a paz encontrados no caminho de santidade. A cruz (dor) tem um sentido profundo, pois é através dela que sou salvo (paz)! Acho que é isso que o título do CD significa na minha vida!

RCC Viçosa: Como você escreveu as letras deste CD, em que contexto elas foram escritas?
Renato Luiz: A ultima canção do CD “Simplificando meu sentido” também é a ultima canção que compus desse repertório que foi gravado. Isso deve fazer uns três anos. Nesse tempo muitas coisas estavam acontecendo na minha vida. Foi um tempo intenso e de várias novidades no meu caminho na religião. Um tempo de descoberta de mim mesmo, descoberta do outro e principalmente descoberta de Deus. Nesse contexto eu me deparava com a imagem que eu tinha de Deus e percebia que ela precisava ser reconstruída. Também me deparava com a imagem de mim mesmo e percebia que ela também precisava ser reconstruída. Esse processo foi um pouco doloroso e continua sendo até hoje, mas pela paz, tão verdadeira que tenho encontrado nesse caminho, me decidi gravar essas canções para compartilhar tamanha alegria com os outros.

RCC Viçosa: Explique para nós o sentido da ilustração da capa do CD.
Renato Luiz: A ilustração é um Pelicano Eucarístico. Na Europa medieval os pelicanos eram considerados animais especiais e zelosos que alimentavam seus filhotes com o alimento que mantinham em uma bolsa presa ao bico e quando faltava alimento, dava-lhes o seu próprio sangue. Assim tornaram-se um símbolo da Paixão de Cristo, da Eucaristia e da auto-imolação. Achamos que essa figura expressa bem o amor cristão que somos chamados a viver. Um amor atitude, um amor que sofre, um amor que se imola.

RCC Viçosa: Depois de escrever e cantar letras tão profundas, como “Chamado amor”, o que foi mudado em sua vida?
Renato Luiz: Realmente ao cantar “quero viver sem esperar recompensas” ou “quero persistir no meu caminho de cruz” muita coisa mudou dentro de mim. Pude perceber que a graça de Deus começou a agir em tantas áreas da minha vida que nem imaginava estarem relacionadas com minha vida espiritual. Deus, na sua infinita misericórdia, atendeu minha oração, mas foi de um jeito bem diferente do que eu esperava. Por exemplo, me apresentou de forma muito clara a minha cruz e perguntou se era essa mesmo que eu tava disposto a carregar. A partir da oração sincera presente em uma música, somos tomados de uma claridade que vai revelando nossa verdade e a verdade de Deus.

RCC Viçosa: “Preciso me calar”- esta música nos lembra o dever que temos de escutar. Fale para nós qual foi o silêncio mais difícil da sua vida?
Renato Luiz: Me lembro bem, foi no fim de 2004. Foi quando perdi um grande amigo humano e fui convidado a encontrar o meu melhor amigo, Jesus. Foi um tempo de silêncio em que me deparei com as mais profundas lutas e angústias que estavam no meu coração, mas que até então não havia reparado. Não foi fácil perceber que o tipo de valor que eu dava às pessoas me deixava dependentes delas e me afastava do plano de Deus. Então me decidi calar e me abandonar nos braços do Pai. Acho que foi a melhor escolha que fiz em toda a minha vida.

RCC Viçosa: O CD possui 13 canções. Já existe algum projeto para lançar outras músicas?
Renato Luiz: Sim, tenho outros projetos. Neste CD, por exemplo, não estão as canções que foram apresentadas nos Festivais Vocacionais. Gostaria de gravá-las, até porque algumas pessoas já me perguntaram quando farei isso. Também tenho outros planos no Projeto Nascente.

RCC Viçosa: Explique para nós o que vem a ser o Projeto Nascente.
Renato Luiz: O Projeto Nascente é um grupo de pessoas chamadas a evangelizar através da arte. Bem simples! Este projeto é um dos trabalhos da Fraternidade Pequena Via e buscamos estar abertos às necessidades da igreja. Assim, hoje temos desenvolvido trabalhos com a música como shows, não só com músicas religiosas, gravamos CD’s de Catequese, atuamos na liturgia, dentre outros.

RCC Viçosa: Qual a influência da Fraternidade Pequena Via no projeto deste CD?
Renato Luiz: Toda! Se eu não fizesse parte da Fraternidade Pequena Via talvez esse CD não tivesse sido lançado! Pois lá tenho encontrado um espaço onde eu posso ser eu mesmo, e não só posso ser como sou incentivado a ser. Isso é muito bom! São eles que acolhem a maioria dos meus questionamentos, dificuldades e alegrias, que depois de um tempo acabam virando canções!

RCC Viçosa: Deixe aqui um convite para que os nossos internautas comprem o CD “Da dor a paz”.
Renato Luiz: Queridos, eu escolhi fazer parte da vida de vcs através dessas simples canções. Na verdade, elas já não são mais minhas, são suas! Por isso, se tiverem oportunidade, adquiram o CD. São partilhas de um jovem em busca da santidade, mas que, de alguma forma, podem te ajudar no seu caminho espiritual. Um forte abraço, obrigado pela atenção! Deus nos abençoe e nos instrua no amor e na unidade!

Cruz Pequena Via

Como comprar

Em Viçosa o CD “Da dor a paz” está a venda no ITEFE, na loja Nova Aliança e Loja Magnificat.

Você pode aiquirir o CD, também por email. Envie um email para o Renato Luiz:
redosenhor@gmail.com ou então, entrar em contato pelo telefone: (31) 8866-3380