Evangelho da Semana (Lucas 1,26-38)

— O Senhor esteja convosco!
— Ele está no meio de nós.
— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo, + segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor!


Naquele tempo, 26o anjo Gabriel foi enviado por Deus a uma cidade da Galileia, chamada Nazaré, 27a uma virgem, prometida em casamento a um homem chamado José. Ele era descendente de Davi e o nome da Virgem era Maria.

28O anjo entrou onde ela estava e disse: “Alegra-te, cheia de graça, o Senhor está contigo!”

29Maria ficou perturbada com essas palavras e começou a pensar qual seria o significado da saudação.

30O anjo, então, disse-lhe: “Não tenhas medo, Maria, porque encontraste graça diante de Deus. 31Eis que conceberás e darás à luz um filho, a quem porás o nome de Jesus. 32Ele será grande, será chamado Filho do Altíssimo, e o Senhor Deus lhe dará o trono de seu pai Davi. 33Ele reinará para sempre sobre os descendentes de Jacó, e o seu reino não terá fim”.

34Maria perguntou ao anjo: “Como acontecerá isso, se eu não conheço homem algum?”

35O anjo respondeu: “O Espírito virá sobre ti, e o poder do Altíssimo te cobrirá com sua sombra. Por isso, o menino que vai nascer será chamado Santo, Filho de Deus. 36Também Isabel, tua parenta, concebeu um filho na velhice. Este já é o sexto mês daquela que era considerada estéril, 37porque para Deus nada é impossível”.

38Maria, então, disse: “Eis aqui a serva do Senhor; faça-se em mim segundo a tua palavra!”

E o anjo retirou-se.

– Palavra da Salvação.
– Glória a vós, Senhor.

Eis que iniciamos nossa semana de Natal com este belíssimo texto que trata, dentre outras questões de uma escolha do céu e da resposta de uma mulher de Deus. Vejamos, então, como podemos refletir sobre isso!

Primeiramente, pensemos na escolha do céu e para isso, eis que em um belo dia aproximou-se de uma casa em Nazaré um enviado de Deus que tinha por missão, falar do olhar que Deus havia lançado sobre uma jovem mulher e do plano de salvação que incluía a sua resposta.

O anjo de Deus, então exclama, penso eu que bastante admirado, que aquela mulher com quem ele falava era “cheia de graça”, ou seja, repleta de todo o bem e do agrado de Deus e que havia sido escolhida para gerar em seu ventre o próprio Filho de Deus. Como nos narra o evangelista, meio perturbada com as palavras do anjo a Virgem Maria inicia com ele um diálogo que, certamente, mudaria o rumo de sua vida.

Em nossa vida, claro que de um modo diferente, estamos sempre a receber a visita dos anjos de Deus que, por sua vez, está constantemente, a nos chamar. Muitas vezes não reconhecemos os anjos que Deus nos envia ou mesmo o próprio Cristo por estarmos atarefados e com a vida corrida demais e quando não, insensíveis demais para percebermos e dar atenção àqueles que se aproximam de nós.

Mas, enfim, voltemos ao encontro do anjo com a Virgem Maria, que após ter dito a que veio aguarda acredito eu, novamente, que bastante ansioso pela resposta de Maria. Então, após aquele primeiro instante de perturbação com a saudação do anjo Maria declara estar ali para cumprir o querer de Deus sobre a sua vida.

É neste contexto que, também, podemos refletir sobre o que temos feito com o que ouvimos de Deus, por meio de sua Palavra, na santa missa, nos grupos de oração de que participamos e de tantos outros momentos que temos a oportunidade de nos encontrar com Deus. O que temos feito com o chamado de Deus? Será que temos respondido ao que Ele nos propõe? Que estas e outras questões nos levem a refletir durante esta semana sobre como anda nossa relação com Deus e com aquilo que tem esperado de nós!

Que nesta semana fiquemos ainda mais atentos, pois trata-se da semana em que toda a Igreja é chamada a celebrar a vinda do Salvador que veio para morar conosco e participar, integralmente, de nossa vida.

Feliz Natal a todos e até o ano que vem, se Deus quiser!