Pare, AGORA, o que estiver fazendo: ouça a Deus!

Se você, assim como eu, deseja ter a vida conduzida por Deus, mas, às vezes, se vê meio atordoada (o) e não sabe muito bem como, te convido a seguir comigo por estas linhas para, juntos, pensarmos o caminho.

Para isso, iniciamos nosso texto já com esta exclamação: Eu preciso parar e ouvir a Deus! Ao reconhecermos tal necessidade nos abrimos a uma nova experiência de fé e de relacionamento com Deus. Uma experiência que nos desafia, no entanto, a nos colocarmos, diária e primeiramente, aos Pés do Senhor e é, justamente, sobre isso que vamos tratar aqui!

Neste sentido, a Palavra de Deus nos conta que, um dia, Jesus estava caminhando e, então, resolveu entrar em um povoado e visitar seus queridos amigos: Marta, Maria e Lázaro. Eis que, enquanto Ele falava, Maria se assentou aos Seus pés e pôs-se a escutá-lo (Lc 10, 38-42).

Neste momento, já faço uma pausa (e te convido a parar também) para mergulharmos nessa cena e imaginarmos os possíveis assuntos da conversa, os conselhos que Maria ouvia, além dos pedidos e confissões que fazia… Enfim, pensa numa conversa boa e edificante? Sem sombra de dúvidas, foi essa!

Interessante que ali mesmo, outra cena se passava… Sua irmã, Marta, estava às voltas com os trabalhos, correndo, preocupada e agitada, de lá pra cá. Foi então, que não se contendo, se aproxima de Jesus e O questiona sobre a postura da irmã que, segundo ela, deveria estar ajudando com as tarefas da casa.

Nessa hora, Jesus acolhe Marta em sua lamentação, mas a recorda que há algo, verdadeiramente, essencial acontecendo e que ela estava deixando escapar, ou seja, estar aos Seus pés para ouvi-Lo!

Claro que, com isso, Ele não estava dizendo que ninguém mais deveria fazer a limpeza da casa, cuidar das refeições ou coisas do tipo. O que Jesus recordava à Marta, e hoje a nós, é que, na vida, existem coisas importantes, porém, outras, já nos são essenciais. E Maria sim, havia escolhido o essencial! E quanto a nós? Entre o importante e o essencial: o que temos escolhido?

Pois bem, ao trazermos essa Palavra para nossa vida, creio que ela pode nos ensinar muito, já que durante o nosso dia temos, também, diversas coisas a fazer, não é verdade? Porém, podemos aprender que há uma delas que nos é essencial: ouvir a Deus! Depois disso, aí sim, devemos nos ocupar com o que é importante!

Sendo assim, a partir do que vimos aqui, que tal revermos nossa agenda de prioridades? Ao abrirmos os olhos para um novo dia que nos coloquemos, antes, diante do essencial: Deus! Ele deseja conduzir a nossa vida e, para isso, nos visita todos os dias. Jesus merece, portanto, nosso melhor tempo e atenção!

Forte abraço e seguimos…

Claudete de Freitas
Coordenadora da RCC Viçosa