Pois a misericórdia Dele (Deus) está na medida de Sua grandeza

“Pois a misericórdia Dele (Deus) está na medida de Sua grandeza” (Eclo 2, 23)

Este versículo veio como uma brisa suave no meio de um dia de verão, depois de ler o segundo capítulo que exorta quanto à paciência ao entrar no serviço do Senhor, quanto ao temor a Deus, que diz que o ouro e a prata são testados no fogo e o homem de fé na provação, parece que é impossível seguir a Deus e ser de Deus, então o autor dá o consolo a alma do pecador, daquele que sabe que sozinho não dá conta.

A misericórdia do Senhor não é na nossa medida, não é na medida do nosso pecado, não é na medida de nosso amor, de nossa capacidade de perdoar ou ter compaixão do nosso próximo. A misericórdia do Senhor não depende de nossos exercícios espirituais, do nosso tempo de oração, estudo da palavra, penitência ou devoção. A misericórdia de Deus transcende a realidade humana, a razão e todos os conceitos que possamos ter de bondade ou maldade, amor ou ódio. A misericórdia de Deus não está apenas na “chuva que cai sobre justos e injustos”, no sol que nos aquece ou na natureza generosa. A misericórdia de Deus está em Si mesmo, sua medida é a medida da grandeza de Deus.

Se hoje eu olhar para Deus através da pequena razão dos meus conhecimentos não vou viver ou ver a Misericórdia, se eu olhar para Deus com os conceitos de justiça que adquiri com o passar dos anos eu, com certeza, vou me sentir a pior das criaturas e fazer como Judas Iscariotes. Se eu não começar hoje a levar Deus a sério, e não aprofundar o meu relacionamento com Ele, eu não vou “alcançar a Misericórdia”, porque não sei o tamanho de Sua grandeza.

Quando Deus se aproxima de nós e temos a primeira experiência com Ele queremos rezar, falar de Seu amor, até mesmo nos achamos melhor do que os outros porque ‘eu experimentei’. Com o passar do tempo, ser de Deus se torna normal, tão normal que a sede, o desejo de estar com Ele não é mais o mesmo. Passando um pouco mais de tempo já não contamos mais com a Sua ajuda, a Sua misericórdia. Voltar para o Senhor, levar Deus a sério, não é para Ele, mas para nós mesmos. Os olhos que estão no escuro da noite não conseguem ver nitidamente com uma luz forte acesa as pressas, assim também são nossos olhos espirituais, se não nos acostumamos a Luz de Deus, se não nos acostumamos a estar sob Sua Misericórdia,o que será de nós quando chegar o meio da noite, quando estivermos no meio da tempestade? Não conseguiremos ver sua grandeza e nem mesmo confiaremos em sua Misericórdia porque estaremos muito acostumados a contar com nós mesmos.

A misericórdia de Deus é do mesmo tamanho que os nossos olhos alcançam, não depende de nossas forças, mas também não deixa de depender de nós. Qual é o espaço que vou dar para Ele na minha vida?