Permita que Deus cuide de você!

Isso parece fácil, mas para alguns, esse “deixar-se cuidar” não é algo tão simples! Talvez, até seja o seu caso, ou não, mas a questão é que para uns, essa permissão pode não fluir, assim, naturalmente!

Por vezes, são até vistos como “os cuidadores”, sempre atentos às necessidades de seus pares, porém quando é a vez dele ou dela se deixar cuidar e amar, a resistência aparece. Ela pode surgir na forma de um “fico sem graça quando as pessoas tentam me ajudar” ou “Gosto de dar presentes, não de receber”, ou quem sabe, “Não gosto que as pessoas me vejam fragilizado (a)”, dentre outros.

Destaco que o objetivo, aqui, não é explorar as possíveis razões para tais resistências, mas sim, ajudar na reflexão sobre o valor do cuidado e da necessidade de nos deixarmos cuidar.

Todos nós precisamos amar e ser amados! Assim, em um momento, iremos ao encontro do outro para dele cuidarmos, já em outro, seremos nós os alvos desse cuidado e isso, é necessário e saudável, para ambos.

Deus nos vê!

Ao tratarmos de cuidados, nossa reflexão de hoje é inspirada pela Palavra de Deus que está em Ez 34, 16. Nesse versículo, Deus nos faz uma promessa e afirma que vem cuidar da Sua ovelha que, muitas vezes, se encontra perdida, sofrida. Vale a pena trazer aqui o trecho, na íntegra… Veja abaixo:

“A ovelha perdida eu a procurarei; a desgarrada, eu a reconduzirei; a ferida, eu a curarei; a doente, eu a restabelecerei, e velarei sobre a que está estiver gorda e vigorosa”. 

Que promessa maravilhosa não é mesmo? Quanto amor e cuidado há neste coração de Pastor! E Deus é assim conosco: Se estamos perdidos, Ele nos procura, se desgarrados de seus braços, vem nos reconduzir, se feridos ou doentes, deseja nos curar e sarar. E, ainda, com a ovelha sadia… Que diante de seus olhos não sai; Sim, Ele vela por ela também!

Mas, é preciso se deixar cuidar!

Todavia, como começamos a nossa partilha… Precisamos nos deixar cuidar, pelos que estão ao nosso lado, cotidianamente, mas, sobretudo por Deus! E penso eu, que não exista momento melhor para isso que AGORA! Após tantas dificuldades, medos, incertezas, lutas, perdas diversas, readaptações…

Dentre tantos desafios enfrentados ao longo de 2020… Nada de fugir! Deixe-se encontrar por Deus! Ele está chamando por você, assim como um pastor chama por sua ovelha perdida e que pode estar, também, ferida.

Deus deseja te colocar nos ombros e, em seguida, enfaixar suas feridas, te dar água fresca e te deitar em Seu colo, acalmando o seu coração, para que você descanse no lugar em que se sinta seguro (a) de novo!

Forças recuperadas? É hora de seguir!

Estejamos certos de que, após recebermos os divinos cuidados do Pastor, tendo descansado e recobrado as forças, o tempo de levantar e recomeçar a jornada da vida chegará! Então, será preciso tomar outra decisão: Seguir o caminho só ou junto do Pastor!

Assim como precisamos nos deixar cuidar, a escolha por andar ao lado do Pastor, também, é pessoal. Quando caminhamos junto do Mestre somos mais felizes e nada nos falta. Em tudo o que nos acontece, vemos a Sua mão poderosa junto de nós!

Portanto, que em 2021, cuidemos mais uns dos outros e nos deixemos cuidar também e que, principalmente, andemos mais juntos do Pastor! Veremos que todas as nossas necessidades serão atendidas Nele!

Com o Divino Pastor… Feliz Ano Novo!

Seguimos…

Claudete de Freitas
Coordenadora da RCC Viçosa